O que é a Terapia de Bowen?

A Terapia de Bowen é um conjunto de movimentos suaves e delicados à superfície da pele, que tem influência ao nível de todas as estruturas mais profundas e do Sistema Nervoso Central, promovendo relaxamento e bem-estar.
Os resultados são o visíveis desde a primeira sessão, sendo que alguns problemas conseguem ter resolução após algumas sessões. 

Como funciona a Terapia de Bowen?

A Terapia de Bowen é um sistema dinâmico de terapia muscular e do tecido conjuntivo. Utiliza movimentos pequenos mas precisos para que o corpo ative o processo de auto-cura.

​A terapeuta fornece sinais ao sistema nervoso em locais específicos (músculos, tendões, ligamentos ou nervos), e o corpo faz o resto,  em ritmo próprio e na medida das suas possibilidades. Estas informações percorrem todo o corpo todo através da Fáscia.

​Desta forma, a Terapia de Bowen foca-se mais do que numa simples queixa, uma vez que promove o equilíbrio do Sistema Nervoso Autónomo. Este sistema controla mais de 80% das funções corporais e é muito suscetível a pressões externas.

​Atualmente, a maioria das pessoas vive em pressão e com uma sobre-estimulação do Sistema Nervoso Autónomo Simpático (modo luta ou fuga).

No entanto, a cura só ocorre quando o sistema muda para o domínio do Sistema Nervoso Autónomo Parassimpático (modo de repouso, relaxamento e reparação).

​A Terapia de Bowen promove esta mudança, e é com frequência que durante as sessões, os clientes atingem estados de profundo relaxamento ou adormecem, ouvindo-se com frequência os movimentos peristálticos bem alto, indicadores da libertação da tensão e da alteração para o domínio do Sistema Nervosos Autónomo Parassimpático.

 

O que é a Fáscia?

A fáscia é uma extensa rede que envolve todo o corpo, de cima a baixo, de um lado ao outro, dando estrutura, forma e função a cada tecido e órgão. É um tecido constituído por colagénio fibroso, altamente condutor de estímulo elétrico, cuja caraterística mais importante é que modifica a sua consistência quando submetida a stresse.

Quando há um problema no corpo, a fáscia cria conexões e espaços, hidrata e gera informação, de forma a resolver os problemas detetados, sendo desta forma responsável por um equilíbrio perfeito de todas as estruturas.

A fáscia é assim o nosso maior órgão sensorial em extensão. É um meio rico em água e proteoglicanos, atuando na mobilidade e na nutrição do organismo. Os estudos mais recentes atribuem-lhe relação com diversas formas de dor, bem como estados de humor ou de prazer e bem-estar.

A Terapia de Bowen através da Fáscia, facilita todo o processo de resolução de problemas existentes, já que para além de se servir dela para transmitir todas as informações dadas pelos movimentos realizados, cria condições para que a fáscia aquira as características mais favoráveis para a resolução dos problemas detetados, promovendo a auto-cura, acompanhada sempre de uma sensação de bem-estar e relaxamento.